Translate...

Sobre você...

Sign by Danasoft - Get Your Free Sign

Chute o Lula

terça-feira, 18 de dezembro de 2007

O perfil do esquerdista...


Por definição, a essência comum a todo esquerdista, é a de ser preguiçoso para o trabalho, e de invejar o sucesso material de quem tem a disposição para trabalhar... Por isso, por não poder declarar abertamente que deseja obter os bens do próximo sem trabalhar, adota uma desculpa tipo ideológica, onde dizem ser vitimas de exploração, e de que todos devemos repartir tudo com os que não o tem... Claro, isso para tentar obter o que querem, da forma mais conveniente e com o menor esforço: Sem trabalhar.
Idealizam que todos sejam pobres igualmente, como sempre se viu e se vê nos países ditos socialistas, e assim, não se sentem inferiores por sua falta de capacidade de trabalho e talento pessoal, pois nesse sistema ninguém é incentivado a demonstrar capacidade, conquistando bens e sucesso pessoal, e assim o incapaz ou medíocre passa despercebido... Sua inferioridade laboral é suprida ao mínimo pelas doações do Estado, massificante e totalitário. Gostam de ditaduras totalitárias e escravizantes... Por isso idolatram Fidel Castro, Mao Tse Tung e até Pol Pot... No Brasil, costumam vangloriar-se de terem confrontado a ditadura militar. Só não contam, que pretendiam derrubá-la e implantarem uma outra ditadura, a de esquerda, tão totalitária quanto. Mas essa interessava, pois estariam no poder, é óbvio!
Mas preferencialmente, o esquerdista objetiva ocupar o poder ou ser amigo dele, desfrutando de todos os bens, secretamente invejados do demoníaco capitalismo... E para isso, como já possui uma moral fraca pelo que é, o esquerdista mente, engana e corrompe. Tudo para chegar ao poder, usando o seu disfarce preferido: A utópica "Revolução".
Como se essa causa fosse tão nobre, que autorizasse e desculpasse em nome dela, todo e qualquer ato de banditismo possível, como se vê na prática, inclusive usando eleições democráticas como meio para se perpetuarem no poder. E como sempre, sem ter de trabalhar... Vide a vida de Lula e da cúpula petista... Costumam distorcer as verdades se essas não são de seu interesse, causando confusão e a desorientação intencional do público, pelo fato de assim poderem ser conduzidos, por não terem o discernimento de direção.
Vide Lula, Brejnev, Fidel, Ceaucescu e líderes sindicais... Os esquerdas vigiam quem possui os bens que invejam, mas por não terem coragem de trabalhar para conseguí-los, procuram taxar esses proprietários realmente trabalhadores de elite exploradora, e que deveriam ter esses bens confiscados e distribuídos entre eles, os esquerdistas, mesmo na marra, conseguindo assim, os bens que cobiçavam, novamente sem trabalhar.
Vide José Rainha e Stedile... No MST, investigados quantos querem terra para nela trabalhar como agricultores, e quantos sabem realmente como se trabalha a terra para a produção agrícola, a resposta foi que só um mínimo dos invasores do MST e movimentos similares, sabem como plantar e cuidar de um pé de feijão. Todos querem seus lotes, para depois os venderem a latifundiários regionais, juntarem dinheiro e comprarem boas propriedades urbanas, e isso pelo motivo de sempre: SEM TEREM DE TRABALHAR para consegui-lo.
Entre a população carcerária no Brasil, ouve-se o ditado que cita: Bandido que não tem coragem de apontar a arma para assaltar, vira militante vermelho!
Há um grande fundo de verdade nessa frase... Os esquerdistas em geral, adotam práticas e comportamentos comuns, tais como: Admiram e se relacionam com bandidos (em geral os consideram vítimas da sociedade e militantes lucrativos em potencial)... São comumente usuários de drogas, pois consideram o seu uso como um direito pessoal...Grande parte dos seus militantes é sabidamente pró-aborto, e/ou adotam práticas sexuais pouco convencionais, ou exóticas... Diante de perguntas embaraçosas costumam desqualificar seus interlocutores, ou agem com violência... Afinal, Todos têm que pensar como eles, e ponto final. Costumam eliminar ou matar seus dissidentes, ou figuras que ameacem a sua escalada ao poder totalitário.
No sistema democrático e capitalista, o povo tem um Governo.
No sistema totalitário socialista, o Governo tem um povo.
Resumindo: O esquerdismo é a Revolução dos Preguiçosos contra os Trabalhadores Verdadeiros, para obterem o poder ditatorial, sem o suplício de trabalharem.

Texto gentilmente cedido por: Carrasco Azul
Imagem: blogperolas.spaces.live.com

5 comentários:

Anônimo disse...

TODA GENERALIZAçÃO È BURRA!!!
LAMENTÁVEL O TEXTO
MAS QUAL O PERFIL DO DIREITISTA?TALVEZ EU MNE ENCONTRE NESTE!!!

Anônimo disse...

kkkkkkkkk....tá certo...nunca vi tamanha estupidez...

Oscar disse...

A história e os fatos demonstram exatamente o contrário. Conclui-se então maucaratismo ou ignorância profunda ou fanatismo nazi-fascista ao autor. Uma das três opções.

Anônimo disse...

Nazi-fascismo?...a esquerda adora usar este termo, mesmo quando não entende o real sentido dele.

Anônimo disse...

Que coisa mais imbecil! Gente! Uma coisa é ser direita inteligente. Contra esses, coloco apenas argumentos. Mas isso aqui??? BURRICE! IMBECILIDADE TOTAL! Vamos ser de direita com base em Adam Smith e concordar na consequência natural das coisas pq nos convém, mas chamar de preguiçosos os nossos empregados é brincadeira, né?! Isso aqui é coisa de direita burra mesmo! Que não sabe o que é ser elite. A ELITE não trabalha e te é superior, meu caro... Triste mas é verdade! Os pobres mais pobres, nem sabem o que é esquerda ou direita, não sabem nem o que vão comer na janta e pra isso estão trabalhando arduamente catando lixo na rua. Saiba quem é seu interlocutor antes de agredí-lo dessa forma.