Translate...

Sobre você...

Sign by Danasoft - Get Your Free Sign

Chute o Lula

sábado, 30 de agosto de 2008

Veja - Edição 2076 - É por isso que a esquerda odeia a Veja?...

Há três semanas, VEJA publicou reportagem revelando que o presidente do Supremo Tribunal Federal, ministro Gilmar Mendes, foi espionado por agentes a serviço da Agência Brasileira de Inteligência. O diretor da Abin, Paulo Lacerda, foi ao Congresso e negou com veemência a possibilidade de seus comandados estarem envolvidos em atividades clandestinas. Sabe-se, agora, que os arapongas federais não só bisbilhotaram o gabinete do ministro como grampearam todos os seus telefones no STF. VEJA teve acesso a um conjunto de informações e documentos que não deixam dúvida sobre a ação criminosa da agência. O principal deles é um diálogo telefônico de pouco mais de dois minutos entre o ministro Gilmar Mendes e o senador Demóstenes Torres (DEM-GO), gravado no fim da tarde do dia 15 de julho passado. A conversa não tem nenhuma relevância temática, mas é a prova cabal de que espiões do governo, ao invadir a privacidade de um magistrado da mais alta corte de Justiça do país e, por conseqüência, a de um senador da República, não só estão afrontando a lei como promovem um perigoso desafio à democracia. As gravações ilegais feitas pela Abin servem de base para a elaboração de relatórios que têm o presidente da República como destinatário final.
Isso não quer dizer que Lula necessariamente tenha conhecimento de que seus principais assessores estejam grampeados ou que avalize a operação.
Os agentes produzem as informações a partir do que ouvem, mas sem identificar a origem.
Por serem ilegais, depois de filtradas, as gravações são destruídas. A do ministro Gilmar Mendes foi preservada porque, ao contrário das demais, ela foi produzida durante uma parceria feita entre a Abin e a Polícia Federal na operação que resultou na prisão do banqueiro Daniel Dantas, no início de julho. Os investigadores desconfiavam de uma suposta influência do banqueiro no STF e decidiram vigiar o presidente da corte. Gilmar Mendes já havia sido informado de que alguns comentários que ele fez com assessores no interior do gabinete tinham chegado ao conhecimento de outras pessoas – uma evidência de que suas conversas estavam sendo ouvidas.
É facil perceber o motivo pelo qual a esquerda odeia a revista Veja.
A ABIN não era uma "ferramenta" da direita?
Vai ver que está produzindo documentos só para comprometer o governo petista.
Então tá!

Fonte: Rvista Veja - Edição 2076.

4 comentários:

vimaguin disse...

...mudam-se os dedos, ficam os anéis...uma hora é a direita atacando a esquerda, outra hora, inverte-se o quadro...e enquanto isso temos aqui um país literalmente "desgovernado"...portanto, trem desgovernado nem Deus segura, e o desastre iminente está aí na nossa cara...bjsss, minino!...opsssssssssss...acho que bebi, ou fui abduzida por uma onda de críticos contundentes...ai, ai, preciso me cuidar...rsssss

Silas disse...

É como diz o ditado, muda-se o saco, mas a farinha é a mesma...

Brasiu-siu-siu...

anderson eduardo disse...

Rapaz, hoje em dia a esquerda ta odiando todo mundo... muda-se o governo e continua a mesma coisa.... abração

Anônimo disse...

http://prixviagragenerique50mg.net/ viagra generique
http://prezzoviagraitalia.net/ acquistare viagra
http://precioviagraespana.net/ viagra